sábado, 8 de outubro de 2011

Fui


Riscas-me os céus de nuvens
para que não te esqueça

Choves-me
para que eu saiba que choras
a minha ausência

Envolves-me no vento,
abraças-me com força,
queres-me de volta

Que parte de ‘fui’ é que não entendeste?


* escultura em porcelana por Kate McDowell

2 comentários:

Luis Bento disse...

Que bom que é escrever assim...que bom que é poder ler assim...

je disse...

Que bom é ter assim quem nos leia. Obrigada, Luís.