sexta-feira, 29 de abril de 2011

Restos


Rasgo a retina dos teus olhos
com o gume dos meus.

Procuro o que resta de mim
no teu âmago.

Encontro-me impávida, serena,
sentada a uma mesa,
a fazer pássaros de origami.

1 comentário:

Rodrigo Ferrão disse...

Pois bem, minha amora...

Envia-me um desses pássaros por correio!

Beijo, meu doce!