terça-feira, 2 de junho de 2009

Limpeza, precisa-se!

Voou do ninho e não voltou. Quer dizer, voltou hoje. Durante uns dois minutos. Acho que era ele, mas já tinha reflexos esverdeados no pescoço e uma segurança estranha de quem já tem o seu caminho e não vai olhar para trás.

Parou na vidraça. Olhou-me, ali especado. Batuquei os dedos na janela, como antes, e nem estremeceu. Olhei para o computador por um instante, nem sei porquê. Quando voltei a fitar o parapeito, já lá não estava. Creio que desta vez é de vez.

Alguém se candidata a vir limpar esta porra deste ninho e destes vidros absolutamente nojentos? Pois, já sei. Quero limpo, limpo. Obrigadinha...

3 comentários:

Maria Papoila disse...

Pois, é. Os gajos são assim, quando partem deixam muita m* por limpar. Os pombos, claro!
Descobri hoje o teu blog e voltarei sempre, gostei o espaço e gosto de ti.
Beijinho
MP

je moi même disse...

obrigada, Mª Papoila. És bem vinda!

rodas disse...

Oh filha, eu limpo... Mas tem que ser às 16.30 e de tronco nu. Hora coca cola light