sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Memórias

Mergulho em ti
como mergulhas na minha memória
sem pedir licença

faço-me extensão
do que somos juntos
serena sereia amando pirata
enredo de livro de cordel
final obviamente feliz

bendita a literatura
que nos mantém juntos
quando a morte ceifou
a verdade

 * escrito para o quadro da pintora francesa Francine Van Hove e publicado primeiro na rubrica diária "a-ver-livros" do blog Clube de Leitores.
 

2 comentários:

Dulce Morais disse...

Como sempre, os seus versos encantam!
Muito belo!

ANA ALMEIDA disse...

Muito obrigada pelas suas palavras, Dulce :-)