quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Dizer

O cantar dos pardais
são os teus poemas, poeta
que os distingo no seu piar

Como os reconheceria
debaixo de água
nas bolhas respiradas
pelos peixes


Tal qual os digo quando uivo
loba ferida
à lua 

* escrito para o quadro de Pascal Blanchet e publicado primeiro
na rubrica diária "a-ver-livros" do blog Clube de Leitores.
 

1 comentário:

Karin Oniesko disse...

Maravilhada com teus textos, Ana. Obrigada por isso!