sexta-feira, 14 de maio de 2010

A palavra



Enquanto a malta cura a ressaca do Benfica e fecha os olhinhos em devoção, Sócrates mete-nos a mão no bolso, provando que a sua palavra vale o que não vale.

Mais ágil do que ele só mesmo o deputado Mãozinhas...

3 comentários:

Princesa M disse...

Enquanto lia este texto, pensei coisas menos boas acerca do senhor que figura as tuas palavras. Tia, será que pequei?

Peanut disse...

Pois é... só me apetece pecar!

je moi même disse...

pequem, meninas! vocês pequem que assim vamos todas juntas para o inferno ou similar - e vai ser muito mais divertido!